Dicas

 

Não importa se sua loja é grande ou pequena. Sua vitrine precisa chamar a atenção de quem passa. Ela é o principal outdoor do que você vende e pode ser decisiva para um cliente entrar – ou não! – em sua loja. As menores costumam tomar pouco cuidado com esse item fundamental. Noelle Nicks, especialista em merchandising visual, cuida das vitrines da Cole Hardware, de São Francisco, nos Estados Unidos. Ela diz não gastar mais de US$ 100 para produzir cada uma e deu algumas dicas ao site Entrepreneur.

1. Conte uma história – Noelle diz que é preciso começar a vitrine com um tema antes de escolher quais produtos expor. No Dia dos Namorados, por exemplo, é fácil e cômodo pegar um punhado de itens vermelhos e colocar na vitrine. Dá mais trabalho pensar em algo criativo. Para um Halloween, Noelle pegou um monte de vassouras que a loja vende e colocou todas elas em exposição. Uma frase divertida complementava a decoração: “Com que vassoura?”. Além de chamar a atenção de quem passava, ainda mostrou aos consumidores a variedade de vassouras de que a loja dispunha.

2. Pense em planos visuais – Antes de começar a organizar os itens para expor na vitrine, Noelle marca o vidro com uma fita na altura dos olhos das pessoas. Isso facilita a organização. É importante manter alguns itens suspensos no teto e outros na base, próximos ao piso, mas o foco deve estar na altura média dos olhos dos consumidores.

3. Surpreenda seus consumidores – Se é para ser notado, ultrapasse a linha do previsível. Debbe Yamada, dona da loja Tilde, na cidade de Portland, afirma acrescentar objetos inusitados à vitrine, como bonecos de papel machê, réplicas de animais selvagens feitos de placas de papelão etc. Com isso, atrai curiosos, que chegam a tirar fotos de suas vitrines. Eles, claro, acabam entrando na loja.

4. Use cores fortes e formas – Você não precisa ser um expert em arrumação de vitrines para atrair seus consumidores. Debbe Yamada dá mais uma dica: ela pretende usar bastante papel de seda colorido em volta de alguns mostruários de joias. Segundo ela, pelo menos 20% das pessoas são atraídas por vitrines coloridas.

5. Mantenha um visual limpo – Não adianta encher sua vitrine com todos os produtos da loja. Nesse caso, menos é mais. Para chamar a atenção, vale, por exemplo, usar uma dúzia de itens de um mesmo modelo. Uma árvore de Natal feita de bolinhas de tênis certamente chamará mais atenção que uma embalagem de bolinhas sozinha.

6. Atualize sua vitrine – Faça isso sempre que for possível, mas não é preciso gastar muito dinheiro nem investir um tempo enorme nisso. Para uma loja de roupas, por exemplos, uma ideia é mandar imprimir uma dúzia de fotos que representam sua loja, com imagens dos produtos ou com modelos (ou até consumidores) usando as peças. Eles podem ser trocados a cada algumas semanas. O ideal é não passar de um a dois meses com a mesma vitrine. Quanto mais você mudar, mais os consumidores verão seus produtos.

7. Use iluminação – Pense no conceito da vitrine associado a algumas luzes, que devem ser direcionadas aos pontos de atenção, mas com o cuidado de não formar sombras. À noite, deixe as luzes da vitrine ligadas. Se sua loja for a única com iluminação, receberá atenção extra de quem passar pela rua.

Matéria: http://colunas.revistapegn.globo.com/extrememakeover/2012/06/25/7-dicas-para-criar-uma-vitrine-fantastica/

 

 

Dicas de Como Vender Mais e Melhor
 
  • DICA 1: A postura física do vendedor na loja é extremamente importante. NUNCA fique encostado em paredes, prateleiras e balcões. Isso passa uma ideia de que você não está com vontade de trabalhar para os clientes.
  • DICA 2: Esteja SEMPRE à disposição do cliente, para atendê-lo e acompanhá-lo até o momento dele(a) sair da loja. Mas cuidado para não exagerar e acabar incomodando o consumidor, principalmente ao empurrar inúmeras peças de roupas quando ele(a) esta no provador.
  • DICA 3: Se outro colega da equipe está vendendo melhor que você, procure observar detalhadamente de que modo ele esta trabalhando. Aí está a chance de melhorar seu desempenho de vendas, pois você pode aprender muito. Além disso, peça auxílio ao seu supervisor ou gerente, pois eles vão saber te auxiliar ou treiná-lo.
  • DICA 4: Tenha sempre em mente: “não posso apenas vender. Tenho que conquistar esse cliente para que ele volte e indique-me para seus amigos”. O Super Vendedor não é aquele que vende, mas é aquele que torna seu cliente um vendedor!
  • DICA 5: Boa vontade é essencial. Se não tiver o produto que seu cliente busca na sua loja, tente localizá-lo em outra loja ou filial. Se não tiver em estoque, anote o pedido e retorne quando chegar o produto.
  • DICA 6: Fechou a venda e conduziu seu cliente ao caixa? Anote as informações dele! Anote seu nome, email, aniversário, telefone e celular! Se você vende roupa, anote a numeração que ele usa. Não pense que é obrigação da loja, pois quem vende é VOCÊ!